quarta-feira, 9 de junho de 2010

CAF testará ainda este ano o trem “Oaris”


08/06/2010 - Agencia Rieles / RF
A espanhola Construcción y Auxiliar de Ferrocarriles (CAF) acredita que irá testar ainda este ano seu protótipo do Oaris, seu mais novo trem de altíssima velocidade, afirmou José María Baztarrika, presidente da empresa, na assembléia nacional de acionistas em Beasain, na Espanha. A CAF investiu mais de US$ 59,7 milhões para desenvolver um veículo que atinge os 350 km/h comerciais.
Em seu discurso aos acionistas, Baztarrika assinalou que o esforço do investimento tecnológico dado a este projeto resultará em um “futuro benéfico tanto para a CAF como a indústria ferroviária em geral”. No protótipo do trem de alta velocidade, o fabricante espanhol desenhou tanto os carros como a tração, que foi realizado pela sua subsidiária Trainlec. Até então, nas licitações nacionais e internacionais que a CAF venceu, seus trens foram equipados por outras empresas especializadas em tração.
A CAF terminou o ano fiscal de 2009 com uma carteira avaliada em US$ 5,17 bilhões, ou seja, 5,9% a mais que 2008. Para este ano, a empresa esperar aumentar seu número de contratos, “apesar das dificuldades para o investimento em infraestrutura e material rodante possam ter alguma espécie de economia”, afirmou Baztarrika.
Os objetivos para os próximos anos já estão marcados. Em sua memória anual de 2009, o grupo espanhol afirmou que experimentará aumentar “progressivamente” a capacidade de produção “para lidar com os pedidos em atraso”. Ainda, a empresa reforçará suas áreas industriais, tecnologia e organizacional “através de investimentos em ativos fixos”.
Em seus ideais empresariais, se encontram também o desenvolvimento de novos produtos e a implantação de sistemas avançados para a gestão integral de projetos. Fora isso, a empresa busca aumentar sua presença nos mercados ferroviários internacionais.
Os negócios de serviços aplicados no setor ferroviário, como concessões, aluguel e manutenção de trens, é outro ramo que a empresa pretende atuar com maior ênfase.

Nenhum comentário:

Postar um comentário