quarta-feira, 30 de junho de 2010

Metro em Bogotá será uma realidade em 2011

30/06/2010 - Carris Portugal



O governo colombiano vai assinar no próximo dia 19 de Julho o documento do Conselho Nacional de Política Económica e Social, o Conpes, que garante o financiamento para a construção do metro, em Bogotá. A primeira linha do metro começará a ser construída em 2011, noticia o jornal espanhol El Mundo.

Depois de algumas contradições e obstáculos, a assinatura do Conpes confirma, assim, que o metro será um projecto fiável para a mobilidade sustentável na cidade de Bogotá. Segundo o El Mundo, o projecto será financiado em 70% pelo governo, sendo os restantes 30% aplicados pela administração distrital.
“Este é um acontecimento transcendental para a história da cidade que finalmente irá ter um metro. Queremos que os habitantes passem a utilizar cada vez mais o transporte público como aconteceu com o Transmilenio”, afirmou o presidente do município de Bogotá, Samuel Moreno Roja.
O responsável acrescentou ainda que o “governo colombiano cumpriu o seu compromisso e a sua palavra ao anunciar que irá assinar o documento Conpes sobre a construção do metro de Bogotá. Além disso, os estudos para a implementação deste sistema de transporte na capital do país foram realizados com responsabilidade e seriedade".
Tudo aponta para que, em Dezembro de 2011, se inicie a construção da primeira linha do metro, que irá melhorar a mobilidade sustentável na cidade. A primeira linha do metro contará com 40 comboios, destes só 36 irão estar a funcionar, já que quatro ficarão de reserva. Cada comboio terá 2,80 metros de largura e sete carruagens.
Para além da construção do metro, o governo colombiano prevê ainda melhorar a oferta do serviço prestado pelo sistema Bus Rapid Transit Transmilenio, nomeadamente através do incremento da articulação da rede e das estações que serão aumentadas.
Recorde-se que, no que toca à mobilidade sustentável, a capital colombiana tem uma grande vantagem em relação às cidades europeias: apenas 13% da população possui carro. A bicicleta é um dos meios de transporte mais utilizados pelos seus habitantes, que uma vez por semana podem ter 70 quilómetros de vias públicas só para si: elas são encerradas ao trânsito automóvel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário