quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Bombardier assina contrato para operar monotrilho nos EUA

07/08/2012 - Bombardier

A Bombardier Transportation anunciou a assinatura de um contrato com a Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey (PANYNJ), para fornecer serviços de operação e manutenção (O&M) durante um período de mais dez anos, e também para realizar um programa de substituição de ativos de capital com o objetivo de garantir a continuidade do desempenho ideal do sistema.  O contrato tem um valor aproximado de 243 milhões de dólares americanos (197 milhões de euros), e terá início no dia 3 de agosto de 2012.

O sistema AirTrain do Aeroporto Internacional Newark Liberty foi inaugurado em 1996. Trata-se do primeiro sistema de monotrilho do mundo totalmente automatizado para um aeroporto internacional. Uma frota de 12 trens BOMBARDIER INNOVIA Monotrilho 100, com seis carros cada um, atendia originalmente três terminais do aeroporto, três estações em estacionamentos remotos e um centro de locação de automóveis, circulando por uma via elevada exclusiva com 3 quilômetros de extensão e duas pistas. Desde então, o sistema foi estendido para a linha férrea do Corredor Nordeste (NEC, na sigla em inglês), aumentando seu comprimento para 4,7 quilômetros e expandindo a frota para 18 trens com seis carros cada.

Com mais de 100 especialistas em operações e manutenção trabalhando no local, a Bombardier fornece serviços de O&M desde a inauguração do sistema. Mais de 33 milhões de passageiros passaram pelo aeroporto no ano passado. Para atender a esse elevado volume de passageiros, o sistema funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano. Partindo do conhecimento acumulado ao longo dos últimos 16 anos, a Bombardier está encarando o desafio de aprimorar o desempenho e aumentar a vida útil do sistema para além de 2020. As obras de renovação do ativo, anunciadas hoje, incluem a revisão dos principais subsistemas, incluindo os próprios veículos, trilhos, sistemas de comunicação e distribuição de energia e o veículo de recuperação e manutenção.

Eran Gartner, Presidente de Sistemas da Bombardier Transportation, declarou: “nossos serviços inovadores, voltados para o cliente e com otimização de custos, tiram proveito da experiência mundial da Bombardier na área de transportes públicos. Vamos garantir que o sistema AirTrain de monotrilho continue sendo a espinha dorsal do transporte terrestre no Aeroporto Internacional Newark Liberty, transportando milhares de passageiros diariamente até 2020 e nos anos que virão. Newark e as operações paralelas do AirTrain no aeroporto JFK são exemplos sólidos da carteira de projetos da Bombardier”.

A Bombardier Transportation é líder em inovação no setor de mobilidade sustentável. Os sistemas automatizados e de alta confiabilidade da empresa apresentam soluções para a urgente necessidade de priorizar o transporte ferroviário, e não o rodoviário, com o objetivo de reduzir os congestionamentos e a poluição nos grandes centros urbanos e em importantes aeroportos.

Os sistemas automatizados INNOVIA atendem a comunidades de todo o mundo há mais de 40 anos. Muitos desses sistemas se beneficiam dos serviços da Bombardier, que cobrem todo o ciclo de vida dos produtos e garantem atendimento para operação e manutenção. Os sistemas já instalados incluem Frankfurt [1], Alemanha; Roma[1], Itália; Kuala Lumpur, Malásia; Cingapura; Madri[1], Espanha; Atlanta[1], Dallas Fort/Worth[1], Denver[1], Houston[1], Miami, Orlando, Pittsburgh, São Francisco[1], Sacramento[1], Seattle-Tacoma e Tampa, nos Estados Unidos. Também nos EUA, a Bombardier fechou um contrato de O&M com o Phoenix Sky Harbor[1],com abertura em 2012.

O Monotrilho de alta capacidade para a Linha-2 do Metrô de São Paulo

O sistema de Monotrilho que está sendo construído pelo consorcio Expresso Monotrilho Leste (integra Queirós Galvão, OAS e Bombardier), será a expansão da Linha 2-Verde da rede do Metrô de São Paulo, e ligará as regiões de Vila Prudente e Cidade Tiradentes. Com uma extensão de 24 km e 17 estações, ele contará com 54 novos trens de monotrilho de alta capacidade circulando. Cada trem pode transportar 1000 (um mil) passageiros, atinge uma velocidade máxima de 80 km/h e pode circular com intervalos mínimos de 75 segundos entre cada composição. Assim, o sistema terá capacidade para atender a uma demanda de até 48.000 passageiros por hora e por sentido (phps), transportando mais de meio milhão de pessoas cada dia.

Atualmente, este percurso leva mais de duas horas para ser percorrido, e o novo sistema INNOVIA Monotrilho de alta capacidade vai reduzir esse tempo de viagem para apenas 50 minutos, os moradores da zona leste de São Paulo vão assim ganhar três horas de tempo disponível cada dia.

[1] Refere-se a sistemas com serviços completos de Operação & Manutenção (O&M) da Bombardier.

Nenhum comentário:

Postar um comentário