terça-feira, 30 de outubro de 2012

Israel: comboio aéreo vai deslocar-se a 7 metros de altura em 2014

30/10/2012 - Menos um Carro

Um projecto-piloto feito em colaboração com a NASA vai levar às ruas de Tel-Aviv, em Israel, um comboio aéreo eléctrico que deslocar-se-á a 7 metros de altura. O projecto está a ser promovido como uma forma ecológica e rápida de facilitar o transporte público.
Segundo o anúncio do presidente da câmara de Tel-Aviv, Ron Huldai, o chamado "comboio aéreo" terá, numa primeira fase, uma linha de 7 quilómetros, perto do porto, que estará concluída em dois anos.
O sistema do comboio será movido a electricidade extraída do próprio sistema e a velocidade máxima será de 240 km/h, avança a BBC Brasil.
Jerry Senders, director da empresa Skytrain responsável pela tecnologia, adiantou que, cada veículo terá um motor misto, de electricidade e ondas magnéticas, e deslocar-se-à o a 7 metros de altura, preso sob trilhos suspensos no ar. A NASA está a contribuir para este projecto, sendo responsável pela inovação das ondas magnéticas.
"A principal inovação do projeto é o movimento por intermédio de ondas magnéticas, e essa é a contribuição tecnológica da NASA", explica. "Não haverá atrito entre o veículo e o trilho de alumínio, já que, a partir do momento em que o veículo começar a mover-se, criar-se-á, por meio da onda magnética, uma espécie de travesseiro de ar", acrescenta o diretor.
Os trilhos de alumínio do comboio aéreo de Tel Aviv serão erguidos entre postes, que também servirão como fonte de energia. "O sistema aproveitará ondas magnéticas que serão geradas pelo próprio movimento dos veículos sob os trilhos de alumínio", afirma Senders.
Os veículos serão leves e pesarão apenas 200 quilos cada, e poderão transportar dois passageiros por carruagem e até 11 mil pessoas por hora. Os passageiros que entrarem no comboio poderão carregar num botão, indicando em qual estação querem parar.
"O sistema tem características de uma espécie de internet física", explica Senders, acrescentando "ou seja, uma rede ilimitada de linhas aéreas, que poderá, inclusive, ter estações dentro de edifícios e sobre os prédios".
No futuro, a Skytrain prevê ampliar a rede aérea para as periferias de Israel, e chegar até Eilat (uma cidade no sul do país).


Enviado via iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário