quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Governo britânico revela nova fase do High Speed 2

28/01/2013 - AFP

O governo britânico revelou nesta segunda-feira a segunda fase de seu oneroso e polêmico projeto de construção de uma linha de trem em alta velocidade entre Londres e o norte da Inglaterra, destinado, segundo o primeiro ministro David Cameron, a estimular a economia britânica.

A primeira fase deste novo programa, batizado de "HS2" (High Speed 2), que tem um custo total estimado em 32,7 bilhões de libras (51,5 bilhões de dólares, 38,2 bilhões de euros), foi anunciada há um ano.

Esta segunda fase, de um total de 340 quilômetros, estenderá o trecho previsto para 2026 entre Londres e Birmingham (Centro) em duas novas linhas, em direção a Manchester e Leeds, mais ao norte, o que permitirá reduzir a duração dos trajetos à metade quando estiverem finalizados, em 2032.

"O trem de alta velocidade é um motor de crescimento que ajudará a impulsionar a regeneração regional e fortalecer as economias regionais", declarou Cameron.

"É vital que nos voltemos para a revolução da alta velocidade", acrescentou, afirmando que esta linha contribuirá para "assegurar prosperidade econômica, reequilibrar a economia e apoiar dezenas de milhares de postos de trabalho.

O governo afirma que o projeto, que no ano passado, segundo rumores, corria o risco de ser abandonado, deve criar ao menos 100 mil empregos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário