sexta-feira, 29 de março de 2013

Algumas carruagens do Metro de Lisboa vão poder transportar mais passageiros

27/03/2013 - Menos um Carro

O Metropolitano de Lisboa renovou o interior de algumas carruagens, adoptando o modelo de bancos corridos laterais, que deixa mais espaço livre em pé e permite transportar mais 2,5% de passageiros do que o modelo convencional.
Segundo a empresa, foram alterados os revestimentos e os bancos de apenas uma composição com três carruagens, que poderá circular em qualquer linha da rede.
Esta alteração permite aumentar em 2,5% a lotação máxima de cada carruagem (que ronda as 170 pessoas), "bem como [proporcionar] uma mais fluida entrada e saída de passageiros nas estações", refere a empresa.
De acordo com o Público, a administração do Metro de Lisboa afirma que a intervenção se limitou a duas unidades protótipo da série ML90, que entrou em circulação em 1993, e que esta alteração "não terá influência no intervalo entre comboios, ou mesmo no pessoal necessário para a sua operação".
A empresa garante também que "não está prevista, no curto prazo, a remodelação das restantes unidades da frota".
As alterações foram feitas a propósito de uma "necessidade pontual de refrescamento" dos bancos, chão e revestimentos laterais daquelas duas unidades, devido ao desgaste provocado pela utilização.
"Numa das duas unidades a intervencionar foi decidida a reconfiguração dos bancos de passageiros para disposição longitudinal, para avaliação da solução em contexto operacional", explica a empresa.
Gosta deste artigo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário