quinta-feira, 26 de março de 2015

Licitação para construção do metrô de Bogotá será realizada em 2016

26/03/2015 - EFE

A licitação das obras para a construção do metrô de Bogotá será realizada em 2016, quando o governo da Colômbia terá concluído a estruturação do projeto, afirmou nesta quarta-feira o Banco de Desenvolvimento Nacional (FDN, na sigla em espanhol).

Em entrevista coletiva em Bogotá, o presidente do FDN, Clemente del Valle, afirmou que desde janeiro o projeto está sendo elaborado, etapa prevista para terminar em maio. Após isso, será iniciado o processo de abertura das propostas de licitação, e, na sequência, um leilão entre os interessados na concessão.

Desta forma, a concessão da primeira linha do metrô será atrasada em aproximadamente um ano e não ocorrerá em julho de 2015 como tinha anunciado o prefeito da capital colombiana, Gustavo Petro, após a inclusão das obras no Plano Nacional de Desenvolvimento.

O projeto está orçado em 16 trilhões de pesos colombianos (R$ 20 bilhões) e será financiado com ajuda do governo do presidente Juan Manuel Santos. No entanto, Del Valle explicou o Executivo não pode determinar qual o valor do auxílio porque o custo total da primeira linha do metrô ainda é desconhecido.

Além disso, o presidente da FDN, entidade ligada ao Ministério da Fazenda, afirmou que existem investidores estrangeiros - tanto privados como públicos - interessados no projeto, citando países como Alemanha, Brasil, Canadá e México.

"Essas empresas terão uma compensação do investimento se ela for feita como uma parceira público-privada (PPP). Se adotarem como uma obra pública, a rentabilidade será diferente", explicou Del Valle.

A primeira linha do metrô de Bogotá, composta por um percurso de 27 quilômetros, cruzará a cidade e contará com 27 estações. A estimativa é que 44,4 mil passageiros por hora usem o serviço em 2021, data prevista para o início da operação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário