terça-feira, 6 de outubro de 2015

Táxis-robôs sem motorista serão testados no Japão

05/10/2015 - O Globo

RIO - Dezenas de pessoas de uma cidade no Japão serão levadas a lojas locais por táxis sem motorista a partir do próximo ano, em um experimento com tecnologia robótica com potencial de se tornar comercial quando Tóquio, a capital do país, acolher os Jogos Olímpicos de 2020.

Segundo o site do jornal britânico "The Guardian”, a partir de março de 2016, os táxis levarão cerca de 50 moradores de Fujisawa, uma grande cidade costeira perto de Tóquio, de suas casas para supermercados ao longo das estradas principais em viagens de cerca de 3km.

Com isso a empresa Robot Taxi — uma colaboração entre a ZMP, uma desenvolvedora de tecnologia automatizada de veículos, e a empresa de internet móvel Dena — vai esquentar a corrida global envolvendo Google, Ford, BMW e outras grandes companhias, para lançar veículos sem motorista no mercado consumidor.

Apesar dos desenvolvedores japoneses terem fé no GPS, nos radares e nas câmeras de visão estereoscópica do carro, atendentes vão sentar-se no banco do motorista durante as viagens, caso seja necessária intervenção humana, de acordo com relatos da imprensa local.

Se os ensaios de Fujisawa forem bem sucedidos, os carros poderiam ser usados para transportar os espectadores para os Jogos Olímpicos de 2020 e em comunidades rurais que disponham de pouco ou nenhum transporte público.

Como uma das sociedades cujos integrantes estão envelhecendo mais rapidamente no mundo, o Japão é tido como o país ideal para a introdução de veículos de autoconduzidos, em meio a um aumento do número de acidentes envolvendo motoristas mais idosos.

O número de motoristas japoneses com idades entre 75 anos ou mais foi de 4,25 milhões em 2013, e deverá ultrapassar 5 milhões em três anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário