segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Construtora brasileira deve atuar na implantação de novo BRT no Peru

21/12/2015 - Blog Ponto de Ônibus

ADAMO BAZANI

A implantação de um novo sistema de BRT – Bus Rapid Transit, corredor de ônibus com maiores velocidade e capacidade, deve ter participação de capital brasileiro no Peru.

A construtora Andrade Gutierrez apresentou uma proposta para a modernização do sistema de transportes e trânsito em Trujillo, a maior cidade do norte do Peru. A brasileira deve investir US$ 138 milhões para o sistema de corredores de ônibus, segundo a imprensa local. Vários problemas têm ocorrido nos transportes da cidade. Os micro-ônibus são antigos, insuficientes para a demanda e há registros de acidentes constantemente.

Não existe prioridade para o transporte coletivo nas vias, sendo assim, os micro-ônibus dividem espaço com os veículos de passeio num trânsito bastante tumultuado.

A proposta é de que o BRT consiga aproveitar a infraestrutura existente de algumas vias, como na avenida Larco, havendo inclusive integrações com outros meios de transporte.

Os corredores devem ter pavimento de concreto e no lugar de micro-ônibus, devem circular ônibus de 12 a 18 metros de comprimento. Fabricantes de ônibus instaladas no Brasil também estão de olho no projeto para fornecimento dos veículos.

Os semáforos também seriam inteligentes, dando prioridade aos ônibus nos cruzamentos.

Para que o projeto da região seja implantado, ainda é necessária a aprovação do Conselho Regional de Investimento Público, do Ministério da Fazenda peruano, e também uma votação favorável do Congresso. A obra deve ficar pronta em três anos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário