quinta-feira, 1 de junho de 2017

Copenhaga já combate engarrafamentos de bicicletas

31/05/2017 - Público

São cerca de 390 km de ciclovia que cobrem a capital da Dinamarca. Serão instalados painéis na cidade para permitir que os ciclistas escolham as ciclovias com menos congestionamento.

FRANCISCA DIAS REAL

Nos últimos 20 anos, o tráfego de bicicletas aumentou 68% na Dinamarca
Nos últimos 20 anos, o tráfego de bicicletas aumentou 68% na Dinamarca MANUEL ROBERTO /PUBLICO

Em Copenhaga, o trânsito é outro. Na capital dinamarquesa circulam mais bicicletas do que carros, tanto que, numa iniciativa pioneira, a cidade vai instalar painéis eletrónicos para controlar o congestionamento das ciclovias.

Para facilitar a vida a quem, todos os dias, pedala na cidade, os sinais – que vão custar à cidade mais de 500 mil euros – pretendem informar sobre todo o tipo de trabalhos na via, eventos relacionados com esta modalidade, distâncias, filas e o nível de trânsito. Quando as ciclovias estão entupidas, tal como nas estradas, os sinais sugerem rotas alternativas.

Serão instalados inicialmente cinco painéis informativos em pontos estratégicos da cidade, especialmente os locais críticos dos cerca de 390 km de ciclovia da capital. As placas que serão instaladas vão permitir que os ciclistas que, diariamente, invadem a cidade escolham “as ciclovias com menos congestionamento”, adiantou Morten Kabell, responsável pelo departamento ambiental e de tecnologia da cidade.

“Há uma necessidade de melhorar as acessibilidades para o número crescente de ciclistas que agora começam, em alguns sítios, a lutar por um lugar na ciclovia”, afirmou Kabell à Danmarks Radio.

A capital da Dinamarca bateu, pela primeira vez, o recorde de utilizadores de bicicletas em Novembro do ano passado, quer isto dizer que as pessoas que optaram por um meio de transporte alternativo (265.700 pessoas) superaram as que circulavam de carro (252.600 pessoas). De casa para o trabalho, da escola para o parque, os habitantes da cidade circularam mais de 1,4 milhões de quilómetros em duas rodas no ano de 2016.

Nos últimos 20 anos, o tráfego de bicicletas aumentou 68% e, com esta subida, crescem também os investimentos nas infra-estruturas de suporte a este meio de transporte. Estima-se que este tráfego cresça 25% até 2025.

Copenhaga já conta com 17 pontes para circulação exclusiva de bicicletas, e os autarcas pretendem fazer crescer este número, assim como reforçar a sinalização e alargar a rede de ciclovias já existente.

A cidade oferece também uma app, a i bike cph, que permite o planeamento das rotas, assinalando aquilo a que chamam “rota verde”, um circuito mais calmo e que ocupa cerca de 60 dos 390 km de ciclovia da capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário